sexta-feira, 9 de novembro de 2012

'Tenho certeza que Lula não sabia', diz Suassuna sobre o mensalão

'Tenho certeza que Lula não sabia', diz Suassuna sobre o mensalão

ELEONORA DE LUCENA
ENVIADA ESPECIAL AO RIO

"Eu tenho certeza de que Lula não sabia de nada."
A defesa do ex-presidente foi feita pelo escritor Ariano Suassuna na abertura da Flupp (Feira Literária Internacional das Unidades de Polícia Pacificadora) na noite de anteontem no Morro dos Prazeres, no Rio de Janeiro.
Para ele, o julgamento do mensalão tinha que acontecer, "mas que ninguém vá atribuir a Lula".
Divulgação/BNDES
O dramaturgo Ariano Suassuna
O dramaturgo Ariano Suassuna
"Getúlio Vargas deu um tiro no peito quando descobriu que estava cercado de corruptos", afirmou o escritor.
"Fui secretário de Cultura de Miguel Arraes (1916-2005). Era um ovinho desse tamanho. No fim do meu mandato, descobri que tinha uma mulher lá que vendia vale- refeição. Eu fiz o que Lula fez: puni e demiti. Eu não sabia."
Suassuna, autor de "Auto da Compadecida", disse estar preocupado com o movimento de descrédito da política nos dias de hoje.
"Há hoje um estado de espírito em que a pessoa tem vergonha de dizer que é político. Não é assim não. A política bem entendida é uma das coisas mais importantes. Não sou político; sou um escritor que tem preocupação política, porque sei da importância da política", afirmou.
ESTREIA
Com 85 anos, foi a primeira vez que Suassuna pisou numa favela do Rio.
Deu sua aula espetáculo tratando da cultura popular e ganhou aplausos da plateia que misturava escritores e moradores do bairro.
"Tem uns velhos da minha idade que dizem que no meu tempo era melhor. É mentira deles. [No passado] a desigualdade social era muito pior. Melhorou muito nos governos Lula e Dilma", disse em entrevista.
Mas ressalvou: "Não sou nem otimista nem pessimista. Os otimistas são ingênuos e os pessimistas, amargos. Sou um realista esperançoso. Sou homem da esperança. Sei que é para um futuro muito longínquo. Sonho com o dia em que o sol de deus vai dar justiça para todos".

Nenhum comentário: