terça-feira, 21 de maio de 2013

10 anos de governos pós-neoliberais no Brasil – Lula e Dilma

10 anos de governos pós-neoliberais no Brasil – Lula e Dilma


EMIR SADER

A Carta Maior inicia a publicação dos textos do livro “10 anos de governos pós-neoliberais no Brasil – Lula e Dilma”, publicado pela Boitempo em colaboração com Flacso. O livro foi organizado por mim e contém 21 artigos de balanço, alguns de caráter geral, outros, setorial, além de uma longa entrevista com o Lula.

Um ex-ministro da ditadura afirmou faz algum tempo de que seria bom que o PT ganhasse de uma vez, fracassasse, e os deixasse governar o Brasil com tranquilidade. O PT - à cabeça de um bloco de partidos - finalmente triunfou. A direita esperava seu fracasso, a ultra-esquerda uma “traição”. Ambos davam por liquidado o governo já no seu início.

A trajetória do governo – como o próprio Lula afirma, na sua entrevista – foi tumultuada, não seguiu o itinerário traçado pelo PT anteriormente. Mas, para surpresa de ambos, o governo triunfo, chegou ao final dos dois mandatos do Lula impondo seu principal objetivo a prioridade do social.

O capítulo que dediquei ao Lula no meu libro “A nova toupeira – Os caminhos da esquerda latino-americana” (Boitempo) foi intitulado por mim de “O enigma Lula”. Porque, pela complexidade do fenômeno, quem não o decifra – como aconteceu com a direita e com a ultra-esquerda – acaba sendo devorado.

A década – incluindo os dois primeiros anos do governo Dilma, eleita como resultado do sucesso do governo Lula – que foi constituindo o fenômeno mais importante da historia brasileira, junto com os governos do Getúlio , é o objeto de analise neste livro. Uma década em que os governantes – especialmente o Lula – foram contornando os obstáculos enfrentados com soluções concretas, pragmáticas, buscando as vias de menor resistência do modelo neoliberal que se busca superar.

Essa trajetória merece uma reflexão aprofundada – para o que este livro pretende contribuir – pelas formas – sempre novas – que todos os governos progressista assumem.

A série se inicia com a
entrevista que o Pablo Gentili e eu fizemos com o Lula para o livro, que tem como título “O necessário, o possível e o impossível). Será seguida pelos seguintes textos:

- O Brasil e seu “entorno estratégico” na primeira metade do século XXI – José Luís Fiori
- Dez anos de política externa – Marco Aurélio Garcia
- Dez anos de política econômica – Nelson Barbosa
- Os anos do povo – Luiz Gonzaga Belluzzo
- Dez anos depois – Jorge Mattoso
- Uma nova classe trabalhadora – Marilena Chaui
- A construção da hegemonia pós-neoliberal – Emir Sader
- Políticas públicas e situação social na primeira década do século XXI
- Desenvolvimento regional brasileiro e políticas públicas federais – Tania Bacelar
- Energia e setor elétrico nos governos Lula e Dilma – Luiz Pinguelli
- A reforma agrária que o governo Lula fez e a que pode ser feita – Bernardo Mançano
- Por que não se avança nas comunicações? – Venício Lima
- A política ambiental na década 2002-2012 – Liszt Vieira e Renado Cader
- Saúde e desenvolvimento – Ana Maria Costa
- A procura da igualdade: dez anos de política educacional no Brasil – Pablo Gentili e Dalila Andrade
- Uma década de avanço em ciência, tecnologia e inovação no Brasil- Sergio Rezende
- Cultura: políticas púbicas e novas visibilidades – Glauber Piva
- Um olhar dos trabalhadores: um balanço positivo, uma disputa cotidiana – Artur Henrique
- Dez anos de política para as mulheres: avanços e desafios – Eleonora Menicucci
- Direitos humanos e o fim do esquecimento – Paulo Vannuchi
- Dez anos de promoção da igualdade racial: balanços e desafios
Postado por Emir Sader às 08:31


Nenhum comentário: