Segundo pesquisa do Instituto Sensus divulgada neste sábado (03), a presidente Dilma Rousseff mantém uma diferença confortável em relação aos adversários que se apresentaram até agora para a disputa ao Palácio do Planalto.
Se a votação fosse hoje, ela teria 35% das intenções de votos. O tucano Aécio Neves obteria 23,7% e o ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos (PSB), 11%.
Votos brancos e nulos e os que não souberam ou não quiseram responder somam 30,4%.
Com outros presidenciáveis na disputa, cenário que certamente se concretizará, Dilma registra 34%, Aécio 19,9%, Campos 8,3%, Pastor Everaldo (PSC) 2,3%, Randolfe Rodrigues (PSOL) 1,0%, Eymael (PDC) com 0,4%, Mauro Iasi (PCB) 0,3%, Levy Fidelix (PRTB) 0,1%.
Em ambas perspectivas, Dilma tem mais votos que a soma dos demais candidatos, o que encerraria a disputa no primeiro turno.
Os registros em branco, nulos e daqueles que não quiseram ou não souberam responder somam 33,9%.
A mostra foi realizada com dois mil entrevistados, no período de 22 a 25 de abril, em todo o Brasil. A margem de erro é de 2,2%.
Da Redação da Agência PT de Notícias