terça-feira, 17 de março de 2009

James Langston Hughes



Bailarina da Meia-noite


A Uma Bailarina Negra no “The Little Savoy”

Vinha nova
Da noite ao ritmo de jazz,
Lábios
Frescos como orvalho púrpura,
Seios
Como almofadas de todos os sonhos doces,
Quem esmagou
As uvas do prazer
E deitou o sumo
Sobre ti?

James Langston Hughes, © tradução de Babel.

ENVIADO POR AMELIA PAIS
amelia.pais@netcabo.pt

%%%%%%%%%%%%%%

"A New Song":[60]

I speak in the name of the black millions
Awakening to action.
Let all others keep silent a moment
I have this word to bring,
This thing to say,
This song to sing:
Bitter was the day
When I bowed my back
Beneath the slaver's whip.
That day is past.
Bitter was the day
When I saw my children unschooled,
My young men without a voice in the world,
My women taken as the body-toys
Of a thieving people.
That day is past.
Bitter was the day, I say,
When the lyncher's rope
Hung about my neck,
And the fire scorched my feet,
And the oppressors had no pity,
And only in the sorrow songs
Relief was found.
That day is past.
I know full well now
Only my own hands,
Dark as the earth,
Can make my earth-dark body free.
O thieves, exploiters, killers,
No longer shall you say
With arrogant eyes and scornful lips:
"You are my servant,
Black man-
I, the free!"
That day is past-
For now,
In many mouths-
Dark mouths where red tongues burn
And white teeth gleam-
New words are formed,
Bitter
With the past
But sweet
With the dream.
Tense,
Unyielding,
Strong and sure,
They sweep the earth-
Revolt! Arise!
The Black
And White World
Shall be one!
The Worker's World!
The past is done!
A new dream flames
Against the
Sun!

%%%%%%%%%%



James Langston Hughes


(1902 - 1967)



Prolífico poeta, novelista, ensaísta e teatrólogo estadunidense nascido em Joplin, Missouri, considerado o mais expressivo poeta negro nos Estados Unidos, que transportou para a poesia os ritmos e a cadência da música de seu povo, notadamente o blues. Filho de um bem sucedido homem de negócios, seus pais separaram-se logo após o seu nascimento. Seu pai mudou-se para a Cidade do México, a capital mexicana, e ele foi criado e educado pela mãe. Cresceu em Lawrence, Kansas, e Lincoln, Illinois e chegou a high school em Cleveland, Ohio. Chegou em New York City (1921) e entrou para a Columbia University, mas só passou um ano na escola. Foi um dos primeiros escritores e artistas atraído pelo Harlem e pelo crescimento súbito de atividade cultural afro-americana. Publicou The Weary Blues (1926), sua primeira coleção de versos. Passou a trabalhar em adaptações de formas poéticas tradicionais ao blues e música de jazz. Voltou a escola (1926), na Lincoln University, Pennsylvania, historicamente de negros, onde se formou (1929). Depois de graduação, envolveu-se crescentemente com o partido comunista o que o levou a ser investigado pelo subcomitê de Senado presidido por Joseph McCarthy (1953). Prolífico, escreveu 16 livros de poesia, 3 de contos, além de documentários, peças teatrais, poesia para crianças, programas de rádio e TV e artigos para revistas e jornais e morreu em New York City. Vários poemas seus se transformaram em letras de música, algumas delas interpretadas pelo versátil bluesman Taj Mahal. Sua poesia era destinada especialmente à classe de pessoas simples, à massa negra, com quem conviveu lado a lado na sua infância e juventude e fomentou o vigor da sua criação poética.


YALE UNIVERSITY:


http://www.yale.edu/

/em>

Nenhum comentário: